Buscar
  • Dr. Tiago Araújo

Síndrome da cabeça explosiva: quando você acorda com um barulho muito alto dentro da própria cabeça




Síndrome da cabeça explosiva 

Você está no meio do seu sono quando acorda com a terrível sensação de que sua cabeça está explodindo! Junto com a sensação podem vir barulhos de trovões, explosão, batidas de porta, janelas quebrando, tiros. Já imaginou que coisa terrível?


Se não bastasse o barulho, a pessoa ainda pode ter alucinações visuais como clarões, relâmpagos e sensação de formigamento ou choque pelo corpo. O nome desse  transtorno é “Sindrome da cabeça explosiva”.


Essa síndrome pode acometer qualquer pessoa mas é mais comum em indivíduos  acima dos cinquenta anos; mulheres tem o dobro de chance de apresentar o quadro do que homens.


Ansiedade, estresse, uso de álcool à noite são alguns dos fatores de risco. Pessoas que dormem pouco, invertem a noite pelo dia ou viajam muito e sofrem do jet lag (mudanças de fuso horário) estão também sobre maior risco.

Existe uma correlação desta síndrome com a paralisia do sono!

As duas são  bastante assustadoras e ocorrem devido transtornos relacionados à fase REM do sono. Devido ambas cursarem com alucinações e poderem despertar medo,  durante muito tempo as pessoas acreditaram em quadros fantasiosos como possessões demoníacas ou abduções por extraterrestres, até a ciência comprovar que na realidade se tratava apenas de uma alteração do nosso cérebro durante o sono!



A primeira descrição médica dessa síndrome data de 1876 pelo médico Silas Weir Mitchell que descreveu dois casos em que pacientes ouviam badaladas de sinos ou disparos de tiros e acabavam acordando assustados.

Uma possível explicação fisiológica se relaciona ao disparo de neurônios da formação reticular (área do tronco cerebral que controla o ciclo sono-vigília) ocorrendo antes do corpo estar “desligado”; fenômeno parecido com o que ocorre na paralisia do sono.

Na maioria das vezes a pessoa sofre desse transtorno poucas vezes, e por isso não há necessidade de tratamento. Nos raros casos em que o paciente tem esse quadro com frequência podemos usar técnicas de relaxamento para controle da ansiedade antes do horário de dormir ou, até mesmo, usar medicamentos a depender da causa.

Você já teve este transtorno? Conhece alguém que teve? Compartilhe sua experiência e tire suas dúvidas aqui nos comentários!



#sono #insonia #neurologia #neurologista #drtiagoneuro #neurologiacuritiba #paralisiadosono #sindromedacabecaexplosiva #psicologia #psiquiatria #saudemental #sonho #pesadelo


419 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo