Buscar
  • Dr. Tiago Araújo

A temida paralisia do sono



Você está lá no melhor do seu sono quando subitamente acorda. E não é um "acordar" normal; seu corpo está totalmente paralisado. Somente quem já teve a temida paralisia do sono sabe o quão desesperador é acordar, estar lúcido e não conseguir mover o seu corpo ou pedir por ajuda. Embora o quadro dure poucos minutos, para quem sofre do problema pode parecer que foram horas!


Além da paralisia é muito comum a pessoa apresentar alucinações associadas! Sensação de que tem alguém no quarto ou na casa; enxergar vultos; ouvir vozes. É realmente assustador.


Esse quadro pode ocorrer apenas uma vez em algumas pessoas, mas outras apresentam a paralisia com muita frequência e são estas que precisam de tratamento.

A paralisia do sono decorre de um despertar numa fase errada do sono - o sono REM. Já expliquei isso em outro post, mas para quem não leu: nosso cérebro, durante o sono REM (fase do sono mais profunda e na qual temos nossos sonhos vívidos) "desliga" o controle do movimento do corpo para que possamos sonhar à vontade sem nos mexer. (quem se move muito durante o sono tem outro problema - transtorno comportamental do sono REM, dá uma lida no post que fiz sobre isso clicando aqui) Ao acordar justamente nessa hora, o que não era para acontecer diga-se de passagem, a pessoa acaba apresentando a paralisia do sono.


Suas causas são inúmeras; uso de medicações para dormir, privação de sono (passar dias dormindo mal ou invertendo o dia com a noite), estresse. ansiedade, uso de álcool ou drogas, são algumas delas.


O tratamento da paralisia do sono envolve medidas como praticar a higiene do sono (dormir sempre no mesmo horário, evitar luzes e sons altos próximos ao horário de ir para a cama, não realizar refeições pesadas a noite; evitar o uso de álcool ou energéticos).


As vezes é necessário usar remédios como os benzodiazepínicos por um certo tempo. Em alguns casos, mais graves, o paciente pode ficar com medo de dormir e evoluir para transtornos psiquiátricos devido a paralisia do sono; nesses casos além das medidas comportamentais precisaremos de psicoterapia e eventualmente uso de medicações antidepressivas!


Gostou das nossas dicas? Acompanhe nosso blog e compartilhe essa publicação! Um abraço e até a próxima! Dr. Tiago Souza de Araújo, neurologista em Curitiba. #neurologia #neurologista #insônia #sonorem #sono #paralisiadosono #saúde #dormir #neurologiacuritiba #neurologistacuritiba #drtiagoneuro

490 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo